Plagio deliberado!

Como ando muito sem criatividade e inspiração pra escrever e falar sobre escalada, resolvi postar um texto da coluna do Luciano Fernandes ( blogdescalada.blogspot.com) do site Alta Montanha, que gosto muito e serve como uma luva para mim...


Escalada versus medo

Ao escalar pela primeira vez é latente que toda pessoa a certa altura do chão já comece a ficar com medo. Naturalmente por medo de se machucar, por não confiar no equipamento, não estar habituada a sair da zona de conforto, e por não controlar a ansiedade (consequentemente entrar em pânico) e etc. Os fatores listados são vários, e não são poucos. À medida que se continua no esporte se acostuma com a realidade da queda, e de se acostumar com a realidade de que vez ou outra vai cair. Seja escalando guiando ou de "top-rope".
As dicas e teorias para se perder o medo de cair são muitas, e vão desde as mais absurdas (somente após uma super vaca) até algumas mais realistas. A bem verdade é que cada um sabe o que lhe dá pânico. Pergunte a qualquer escalador e ele lhe falará que sente sim medo de cair. Todos eles. Alguns, porém, se escondem atrás deste medo com paliativos, e até mesmo é conhecido por algumas desculpas aos pés da via. Dizem que amam a escalada, juras de amor ao esporte, e na verdade não escala, mas isso é outra coluna para um outro dia.
O mais importante é dominar a sua reação de medo e pânico quando ela acontece. A diferença entre uma via encadenada ou uma desistência está entre este domínio dos sentimentos. E infelizmente todas as emoções do nosso dia-a-dia vão influir nisso. Se estivermos sob pressão em nossas vidas, provavelmente na escalada vai ser afetada por isso. Observando todo e qualquer escalador mais experiente, vê-se que o controle do medo é total. O foco nos objetivos, e no que poderá vir a acontecer e o que fazer é muito maior no medo e pânico de cair. Em termos bem leigos é você não olhar para baixo pensando onde vai cair, e sim olhar pra cima e ver onde vai chegar.
Uma dica excelente que tive de alguém foi a de focar no próximo movimento, e na própria escalada. E ir se acalmando a cada movimento. Deixar a escalada fluir em termos de movimentação e concentração. Autores de livros escrevem que seu corpo só chega onde sua mente chega primeiro, e isso é a mais pura verdade. E querer chegar e sem pressa de chegar. Não colocar coisas inerentes de seu ego em questão (vergonha, imagem social, auto-imagem), e sim colocar como objetivo.
Uma excelente questão para vencer o medo pode nem estar diretamente ligado a você no momento que estiver escalando. A pessoa escolhida para a sua segurança deve ser de confiança, e deve também saber proceder de maneira correta com os equipamentos. Escalar com alguém que "dorme" na segurança, ou que não sabe usar qualquer um dos equipamentos de segurança existente já pode ser considerada suspeita. A relação com o segurança deve ser de confiança, e não de suspeita, é ele que fará você confiar no equipamento, mesmo sendo ele de primeira. Uma segurança mal feita faz você se sentir inseguro caso ocorra alguma zebra.
Para vencer o medo no momento de indecisão deve saber e se sentir preparado para algum movimento mais ousado, e não exagerar no gasto de força, para que sobre alguma quando precisar em algum momento futuro da cadena. Mas uma coisa é óbvia: para vencer o medo, somente se perde escalando. Há vários paliativos, mas somente escalando você evolui na escalada. Eu evitaria sempre ficar escalando com pessoas que ficam somente no solo durante o dia de escalada. A gente só vence os medos internos quando os enfrentamos.
Muito importante também é lembrar que somente porque estamos escalando não somos obrigados a encadenar todas as vias. Há de se tentar cada uma de uma vez. Se alguém consegue fazer um grau elevado, parabéns a ele. Quando se vive a nossa vida, deve-se também preocupar com a nossa escalada. Deixar o ego de lado, e deixar a escalada fluir é muito imporante. Cada um sabe das possibilidades internas.

Acho que é isso...


Besos!
Me voy!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Bufa - Para o Banff 2009!!!

Mens sana in corpore sano!

Eu tô voltando pra casa...